DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

O conceito de Desenvolvimento Sustentável ganhou reconhecimento através do relatório “Nosso Futuro Comum” – Relatório da Comissão Mundial sobre o Ambiente e Desenvolvimento (“Relatório Brundtland”, de 1987). Neste relatório foi definido como ” o desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir as suas próprias necessidades “.

O principal objetivo deste conceito é o de promover a qualidade de vida para todos os membros de uma comunidade (cidadãos de uma nação e do mundo), assegurando a integridade dos sistemas de suporte à vida humana e não-humana.

A Cimeira da Terra realizada no Rio de Janeiro em 1992 (Conferência das Nações Unidas para o Ambiente e Desenvolvimento, também conhecido por ECO 92), conduziu à adoção da Agenda 21, produzindo acordos e convenções em diversas áreas importantes, incluindo um capítulo dedicado à Educação, Formação e Sensibilização Pública, com especial destaque para o papel da educação na reorientação da sociedade para as questões relacionadas com a Sustentabilidade.


Já em 2002, na Cimeira Mundial do Desenvolvimento Sustentável, realçou-se que o Desenvolvimento Sustentável envolve a integração equilibrada entre três pilares base para Humanidade: os objectivos Sociais, Ambientais e Económicos, reconhecendo ainda a Cultura como uma dimensão importante e subjacente aos três, uma vez que os valores, o conhecimento, a linguagem, a história e as diferentes perspectivas sobre o Mundo, influenciam fortemente a forma como o percepcionamos.

Ao longo deste processo, tornou-se importante definir a relação entre Desenvolvimento Sustentável e Sustentabilidade, sendo hoje em dia aceite que a Sustentabilidade é o principal objetivo do Desenvolvimentos Sustentável – uma busca constante pela melhoria da qualidade da vida das pessoas e do meio em que se inserem, sem a destruição dos sistemas de suporte da vida de que as presentes e as futuras gerações dependem. Tal como outros conceitos fundamentais, como a justiça e a equidade, a Sustentabilidade deve ser encarada quer como um destino, quer como um percurso.